Portugal-Israel... onde só o público cumpriu!

Portugal-Israel... onde só o público cumpriu!

Passadas as primeiras 24 horas sobre o empate entre Portugal e Israel (1-1), recordamos um jogo lento e sem ambição da Selecção lusa

 JPT5595Há várias semanas que se apontava a garantia do playoff para o Mundial do Brasil'2014 como o objectivo a atingir pela Selecção, mas havia uma secreta esperança de se conseguir mais . Vencer a Israel, equipa que ocupa o modesto 69º lugar no ranking da FIFA, era obrigatório para Portugal, 11º na mesma tabela, mas a verdade é que uma exibição pálida, sem velocidade nem garra, acabou por não permitir sequer o triunfo luso perante a formação israelita. Rui Patrício, o guarda-redes da turma das Quinas, cometeu um erro infantil ao oferecer a bola a Ben Basat, a cinco minutos do apito final, para aquele que seria o golo do empate, mas a verdade é que o guarda-redes do Sporting não foi o único culpado deste desfecho, numa equipa que, como referiu no final Cristiano Ronaldo, entrou com sono e falta de maturidade.

Nas imagens do fotojornalista João Trindade, ficou claro uma certeza: o 12º jogador jogou sempre muito e bem, e apenas no final acabou por "desabafar" o que lhe ia na alma ao despedir a Selecção de Portugal do relvado do Estádio de Alvalade com um coro de assobios. Para trás tinham ficado exibições mais ou menos pálidas de Cristiano Ronaldo e Nani, outras que se resumiram em agradáveis surpresas como as de Antunes ou Ruben Micael, mas no conjunto uma prestação nada conseguida por parte da Selecção às ordens de Paulo Bento, numa noite em que apenas o público cumpriu as expectativas.

texto: Jorge Reis
fotos: João Trindade/LusoGolo

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.