"Chicotada psicológica" no Penafiel

"Chicotada psicológica" no Penafiel

A saída de Chéu foi a segunda "chicotada psicológica" na 1ª Liga esta época, sendo que a primeira foi a de João de Deus, no Gil Vicente

Ricardo-Cheu-sai-PenafielRicardo Chéu já não é o treinador do Penafiel. O técnico de 33 anos apresentou a demissão do cargo à direcção do clube, e esta aceitou . O motivo da saída são as quatro derrotas que o Penafiel tem no campeonato, nos quatro jogos realizados. A equipa do estádio Municipal de 25 de Abril está na última posição do campeonato, com nenhum ponto somado.

PUB

O recém promovido ao primeiro escalão do futebol português marcou apenas um golo nessas quatro jornadas, tendo o último jogo de Ricardo Chéu no comando dos penafidelenses, e também a gota de água, sido a derrota na Madeira, diante do Marítimo, por 2-0, em que a equipa se mostrou incapaz de discutir o resultado.

O técnico de 33 anos, que chegou esta época ao clube do Norte do país, não aguentou a pressão dos maus resultados e apresentou a demissão à direcção, tendo esta sido aceite, e o contrato rescindido de forma amigável.

O Penafiel procura agora rapidamente um novo treinador para pegar na equipa já para o jogo deste sábado com o V. Setúbal, em casa. Neste momento, os nomes mais falados para o cargo são os de Carlos Brito, que deixou o Rio Ave em 2012, e Rui Quinta, que pode passar de treinador adjunto a principal, depois de também ter sido assistente de Vitor Pereira, no FC Porto. 

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.