À 12ª jornada o Benfica foi à Madeira e... perdeu!

À 12ª jornada o Benfica foi à Madeira e... perdeu!

Frente ao Marítimo nos Barreiros, os "encarnados" foram surpreendidos com um golo bem cedo, empataram, mas voltaram a ser batidos

Maritimo-Benfica-03O Marítimo impôs à 12ª jornada, no Estádio dos Barreiros, a primeira derrota da temporada ao tri-campeão Benfica, por 2-1, num jogo em que os "encarnados" até tiveram mais oportunidades , com o jogo à sua mercê, mas acabaram por ser incapazes de virar um resultado que por duas vezes foi favorável à equipa da casa, a segunda das quais de forma definitiva.

PUB

Ao contrário do que vinha a ser norma nas prestações benfiquistas, o arranque do jogo foi marcado por alguma apatia da equipa de Rui Vitória, permitindo que o Marítimo surpreendesse com um golo marcado bem cedo na partida, logo aos 05' minutos, por Ghazaryan. Do lado do Benfica, Nelson Semedo, com um remate para o qual teve a ajuda de Gonçalo Guedes que interferiu no lance com um ressalto decisivo a mudar a trajectória da bola, fez o golo do empate ao minuto 27', mas no segundo tempo, apesar de terem construído diversas oportunidades flagrantes, os jogadores "encarnados" foram incapazes de concretizar novos golos.

Bolas na trave da baliza verde-rubra, defesas "impossíveis" de Gottardi e pontaria pouco acertada impediu novos golos para a equipa do Benfica, que foi acusando um nervosismo crescente com o passar dos minutos, e pior ficou depois do minuto 69 quando Maurício fez o 2-1, voltando a colocar a turma insular em vantagem, num jogo em que o tempo corria contra o Benfica, o público apoiava a equipa da casa e até as condições climatéricas se agravaram com chuva forte para impedir o melhor futebol no relvado dos Barreiros.

De novo a perder, o Benfica continuou a tentar chegar ao golo, agora procurando o empate frente a um adversário que jogava com o relógio. Paragens constantes do jogo para assistências a jogadores que saiam de maca e depois se levantavam sem que nada tivessem substituições "erradas" em que era chamado um elemento e depois acaba por ser substituído outro jogador, e tudo isto com o consentimento do árbitro Vasco Santos, que teve ainda tempo para expulsar do banco do Benfica o adjunto Minervino Petra por protestos contra aquela atitude maritimista. O juíz da partida viria a dar mais seis minutos, que não compensou de modo nenhum o tempo até ali perdido, e que nem foram jogados na totalidade já que as paragens da partida prosseguiram, acabando por chegar o apito final do árbitro sem que o resultado se alterasse, acabando o Marítimo por conquistar os três pontos com uma vitória construída de forma aguerrida, com uma táctica bem estudada com a qual os verde-rubros acabaram por enredar os pupilos de Rui Vitória.

Maritimo-Benfica-01

Num jogo em que o Benfica jogou com André Almeida como lateral-esquerdo — Grimaldo e Eliseu estão ambos lesionados — e em que Mitroglou voltou a surgir como o ponta-de-lança titular, com Gonçalo Guedes no apoio directo ao grego à frente da linha média do costume — Salvio, Pizzi e Cervi —, o guarda-redes Ederson segurou o Benfica no jogo depois do golo de Ghazaryan aos cinco minutos, com duas defesas de grande nível a impedir o que teria sido o 2-0 para o Marítimo, permitindo que o Benfica acordasse já depois do primeiro quarto-de-hora. É certo que o Benfica acordou, empatou, mas depois falhou muito, e perante tantas falhas o Marítimo acreditou e ganhou com isso.

No final do jogo, a vitória do Marítimo colocava um ponto final na invencibilidade do Benfica no presente campeonato da Liga NOS, mesmo tendo sido da equipa visitante neste jogo as melhores oportunidades. É certo que o Benfica continua na frente da Liga Nos, mas a vitória dos seus rivais directos poderá deixa o Sporting a apenas dois pontos, isto quando a próxima jornada se aproxima com um dérbi Benfica-Sporting no Estádio da Luz. Antes, porém, águias e leões terão que resolver os respectivos futuros nas provas da UEFA, com o Benfica a poder seguir em frente na Liga dos Campeões tendo para isso que conseguir um bom resultado frente ao Napoles na próxima terça-feira, no Estádio da Luz.

Maritimo-Benfica-02

Resta saber por isso até que ponto é que este "tropeção" do Benfica no "caldeirão" dos Barreiros poderá fazer abanar uma estrutura que vinha a conseguir estatuto de vencedor plena e que, até por via disso, vinha a dar conta de uma subida de forma constante mesmo apesar das lesões que teimam em não deixar de se fazer sentir sobre o plantel do Benfica. Já em relação ao Marítimo, porque é do jogo Marítimo-Benfica que esta crónica se trata, conseguiu dar um bom salto na classificação com esta vitória, sendo para já sexto com 17 pontos, ainda que à condição já que está ainda toda uma jornada para se realizar.

Esta 12ª jornada prossegue no fim-de-semana com alguns jogos que o LusoGolo irá acompanhar com particular atenção, nomeadamente a recepção do Sporting ao Vitória de Setúbal e a visita do Sporting de Braga ao Estádio do Dragão para defrontar o FC Porto, dois jogos a disputar já este sábado, respectivamente às 18h00 e às 20h15.

texto: Jorge Reis
fotos: reprodução ©Twitter 

 

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.