Nacional e Paços de Ferreira empatam na ambição

Nacional e Paços de Ferreira empatam na ambição

Na luta pela fuga à despromoção, os conjuntos nacionalista e pacense igualaram-se nos golos e na conquista de pontos na Liga NOS

Nacional-PacosFerreira-02Num jogo que esteve agendado para ontem, domingo, e que apenas hoje pôde ser realizado devido ao mau tempo que impediu a viagem atempada da turma de Paços de Ferreira , esta equipa acabou mesmo por visitar o relvado do Estádio da Madeira, na Choupana, para ali defrontar o Nacional num jogo que terminou empatado a uma bola (1-1).

PUB

O conjunto forasteiro até foi a primeira equipa a marcar, ainda no primeiro tempo, ao minuto 32 por Pedrinho, mas o Nacional reagiu, procurou o empate e conseguiu chegar até ele, com um golo aos 78 minutos apontado pelo venezuelano Cádiz Fernández.

Num jogo apitado pelo árbitro Luís Ferreira, da Associação de Futebol de Braga, Nacional e Paços de Ferreira entraram em campo conscientes da importância desta partida para as contas da fuga à despromoção. E se o Paços até partia para este jogo com alguma margem de manobra, o Nacional precisava de vencer, ou pelo menos pontuar, numa altura em que tem cada vez menos jogos para conseguir os preciosos pontos que permitam garantir a manutenção na I Liga.

Com frio e alguma chuva miudinha a marcar o clima na tarde desta segunda-feira, o público primou pela ausência, registando-se uma fraca afluência de adeptos nas bancadas do recinto da Choupana. Foram por isso poucos que assistiram à forma determinada como o Nacional entrou em campo, com Tiago Rodrigues a rematar logo ao minuto 02' para uma excelente intervenção de Defendi. Pouco depois, no entanto, foi o Paços que ficou à beira de marcar a partir de um pontapé de canto em que o vento forte que se fazia sentir por aquela altura quase que "marcava" o golo inaugural.

Nacional-PacosFerreira-01Nacional-PacosFerreira-03

O vento não marcou no arranque do jogo, mas teve um papel determinante como o Paços de Ferreira chegou mesmo à vantagem. Ao minugo 32, na transformação de um pontapé de canto, Pedrinho rematou a bola de modo tenso, junto à baliza, acabando a bola por ser "empurrada" pelo vento para dentro da baliza à guarda de Defendi. O Nacional era assim traído em sua casa pelas condições atmosféricas, e nem um remate de Salvador Agra ao minuto 38 conseguiu fazer regressar o Nacional a um resultado positivo.

Acabou assim por ser necessário esperar pelo minuto 78 para que o Nacional chegasse ao golo que permitiu a igualdade. Depois de alguns lances de perigo para a baliza do Paços de Ferreira, em que por esta ou aquela razão a bola teimou em não entrar, acabou o Nacional por chegar mesmo ao golo por Cádiz Fernández, na resposta a um cruzamento de Tiago Rodrigues a partir de um pontapé livre. O Nacional fez assim o empate, teve mesmo oportunidades depois disso para virar o resultado e vencer a partida, com remates de Victor Garcia e Tiago Rodrigues, mas o jogo viria mesmo a terminar com o empate e a divisão de pontos.

O Paços de Ferreira acabou assim por garantir um resultado menos positivo mas assim satisfatório, face a um Nacional que terá perdido uma oportunidade importante para somar os três pontos, sem dúvida importantes para a fuga à despromoção.

texto: ACA
fotos: ©CDN 

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.