Braga trava FC Porto com empate na pedreira

Braga trava FC Porto com empate na pedreira

A equipa bracarense foi a primeira a marcar e chegou mesmo a falhar o pénalti que daria o segundo golo à beira do intervalo

SCBraga-FCPorto-00O FC Porto perdeu este sábado dois pontos no terreno do Sporting de Braga ao não conseguir melhor do que um empate (1-1) num jogo em que a equipa da casa teve tudo para vencer . Depois de um primeiro golo, aos seis minutos, os bracarenses até poderiam ter dilatado a vantagem, mas viria a ser o FC Porto quem faria de novo funcionar o marcador, já no segundo tempo, com um golo do brasileiro Tiquinho Soares para o empate que seria o resultado final. Pelo meio, quezílias, expulsões, um jogo viril e aqui e ali um ou outro cartão por exibir, mas sem que isso tivesse consequências práticas em termos de marcador.

PUB

Logo aos seis minutos, Pedro Santos permitia a festa aos adeptos da turma arsenalista ao apontar o primeiro golo do jogo, na resposta a um cruzamento certeiro de Cartabia, um dos elementos mais influentes no jogo. Pedro Santos saltou mais alto do que o centrais do FC Porto e colocou a bola junto ao canto inferior esquerdo da baliza de Casillas, sem possibilidade de defesa para este. O mesmo jogador do Braga, porém, acabou por falhar um lance determinante à beira do intervalo, ao atirar a bola ao poste na tentativa de transformação de uma grande penalidade favorável à equipa da casa, depois de Oliver controlar a bola com o braço dentro da grande-área dos "dragões".

Em desvantagem depois do primeiro tempo, o FC Porto, que até ali nunca conseguiu agarrar o comando da partida, voltou ao jogo determinado em mudar o rumo dos acontecimentos. Mais pressionante sobre a bola, com algum domínio a meio-campo inexistente na primeira metade do jogo, a turma visitante, agora com Corona no lugar de Oliver, passou a encostar a equipa da casa no interior do seu meio-campo, chegando mesmo ao golo do empate, ao minuto 61, na sequência de um pontapé de canto batido por Alex Soares do lado direito do ataque portista. Cruzamento a preceito e Soares, a saltar mais alto do que os defesas contrários, faz o mesmo que Pedro Santos fizera na mesma baliza quase no início do primeiro tempo, repondo a igualdade no jogo.

SCBraga-FCPorto-01

O FC Porto estava agora mais forte no jogo, claramente em recuperação, perante um adversário que, mesmo a jogar em casa, insistia agora na defesa do resultado, já sem grande capacidade de resposta à altura da situação. Todavia, quando se esperava que o conjunto azul-e-branco consolidasse o seu jogo ofensivo, e após uma oportunidade de golo por Danilo a que o guarda-redes Matheus se opôs com eficácia, o técnico Nuno Espírito Santo optou por tirar de campo dois homens que estavam a mexer com o jogo, nomeadamente Brahimi e André André, chamando ao "onze" Otávio e Herrera.

Sendo verdade que ambos os jogadores estavam já com os ânimos bastante exaltados (Brahimi acabou mesmo por receber um cartão vermelho depois da substituição, no banco de suplentes, por protestos), também eram eles quem mais procurava por aquela altura levar a equipa portista até ao golo.

SCBraga-FCPorto-03

O árbitro Hugo Miguel, que em campo não viu Brahimi agredir com uma cabeçada o montenegrino Vukcevic, nem tão pouco viu Maxi Pereira segurar o mesmo jogador do Braga pelo pescoço, teve assim um jogo complicado para dirigir, acabando por ser obrigado a recorrer aos cartões para controlar um jogo que quase "descambava" na fase final com as duas equipas com os nervos à flor da pele.

O apito final do jogo, porém, acabou por chegar mesmo sem mais incidentes, registando-se assim um empate do FC Porto, candidato ao título, que atrasou esta equipa relativamente ao Benfica, agora separados por três pontos quando os "encarnados" irão ter pela frente um jogo particularmente complicado no próximo sábado, em Alvalade, frente ao Sporting.

SCBraga-FCPorto-05

Da parte do Sporting de Braga, porém, este resultado também não foi "engolido" da melhor forma, não só porque a equipa bracarense chegou mesmo a ter o triunfo e os três pontos ao seu alcance, mas principalmente porque, ao empatar, permitiu que o rival Vitória de Guimarães saltasse para o quarto lugar da Liga NOS, isolado com mais dois pontos.

Antevê-se assim para estas duas equipas, FC Porto e Sporting de Braga, um final de campeonato particularmente agitado, onde todos os pontos serão importantes para os diferentes objectivos de cada uma. Para dragões, e já depois de saberem o desfecho do dérbi de Lisboa entre Sporting e Benfica, a próxima jornada implicará a recepção ao Feirense, num jogo em que apenas uma hecatombe para os azuis-e-brancos permitirá outro resultado que não a vitória do FC Porto. Já em relação ao Sporting de Braga, terá na próxima ronda a visita ao terreno do Paços de Ferreira.

texto: José Andrade
fotos: reprodução ©Twitter 

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.