Marítimo e Braga seguem no Play-Off da Liga Europa

Marítimo e Braga seguem no Play-Off da Liga Europa

As duas equipas portuguesas que lutam pela presença na fase da grupos da Liga Europa ganharam os seus jogos e seguem em frente na prova

ligaeuropa-simboloA formação madeirense do Marítimo, mas também os “guerreiros” do Sporting de Braga, garantiram esta quinta-feira o apuramento para o “play-off” da Liga Europa , depois de terem vencido os seus jogos da segunda mão da terceira pré-eliminatória da prova, respectivamente, frente aos búlgaros do Botev Plovdiv, que o conjunto insular bateu por 2-0, e os suecos do AIK, ultrapassados pela turma minhota por 2-1 num jogo de loucos decidido no minuto de compensação do prolongamento após 121 minutos de jogo.

PUB

Relativamente ao Marítimo, no Funchal, depois da turma madeirense ter garantido um empate sem golos no primeiro jogo disputado na Bulgária, tudo começou a ganhar contornos favoráveis para o conjunto maritimista quando, aos 34 minutos, o brasileiro Rodrigo Pinho converteu uma grande penalidade que havia sido cometida sobre si mesmo, colocando o Marítimo em vantagem.

O Botev Plovdiv ainda teve uma oportunidade flagrante de golo, num cabeceamento que levou a bola a passar muito perto da baliza à guarda de Charles, o guarda-redes brasileiro de 23 anos que este ano se encontra ao serviço do Marítimo. O golo não apareceu na baliza do Marítimo e o conjunto às ordens de Daniel Ramos voltou a marcar, no arranque do segundo tempo, aos 49 minutos, agora por Ricardo Valente, com um golo que arrumou em definitivo o desfecho desta pré-eliminatória a favor dos madeirenses.

Concluído o jogo do Marítimo, foi a vez de, no Estádio Municipal de Braga, entrar em campo a turma minhota para, frente aos suecos do AIK, discutirem uma pré-eliminatória iniciada com um empate a um golo no jogo da primeira mão. Agora em Braga, as coisas começaram a correr mal para a turma arsenalista já que o conjunto sueco abriu o marcador bem cedo, aos 14 minutos, num primeiro tempo em que foi claramente superior face a um Sporting de Braga que não entrou bem no jogo.

A turma minhota encontrou-se no jogo após o intervalo, pressionou o adversário, e pôde tirar o melhor partido de um erro clamoroso do guarda-redes do AIK, Liner, que permitiu que bola ficasse a saltitar nas suas costas num lance fatal, aproveitado por Rui Fonte para marcar o golo do empate que colocou a eliminatória de regresso à estaca zero aos 74 minutos. No tempo regulamentar não voltaram a aparecer golos pelo que o jogo foi para prolongamento, chegando a partida aos 120 minutos com tudo empatado.

À beira do final, quando tudo indicava que a decisão desta pré-eliminatória fosse conseguida através da marcação de pontapés da marca das grandes penalidades, o árbitro deu um minuto de compensação, o Sporting de Braga ganhou um pontapé de canto batido pelo brasileiro ex-Sporting Jefferson, a bola sobrevoou toda a grande área do AIK, ao segundo poste Hassan evitou a saída de bola, Vukcevic rematou e a bola bateu nas pernas de Raul Silva colocado na pequena-área, fazendo o golo sem possibilidade de defesa para Liner, levando os adeptos do Sporting de Braga à festa total.

Marítimo e Sporting de Braga irão agora esperar pelo sorteio do "play-off" de acesso à Liga Europa para o qual serão chamadas 15 equipas eliminadas da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.