Benfica humilhado no terreno do Basileia

Benfica humilhado no terreno do Basileia

Os "encarnados" sofreram na Suíça a derrota mais pesada de sempre (5-0) desde o início do actual formato da Liga dos Campeões

170927-Basileia-Benfica-01O Benfica perdeu esta quarta-feira no terreno por Basileia por um resultado tão pesado quanto esclarecedor de 5-0, no jogo da segunda jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões .

PUB

O descalabro em que se resumiu a exibição dos "encarnados" começou logo aos 02' minutos quando Michael Lang fez o primeiro golo para o Basileia, um golo que deixava o Benfica particularmente desconfortável já que estava obrigado a vencer na Suíça, e cujo o desconforto nunca mais parou de aumentar até ao final da partida. Para a história fica a mais pesada derrota do clube da Luz em jogos da Liga dos Campeões e, ao invés, o melhor resultado de sempre do Basileia nas competições da UEFA.

Com a equipa titular apresentada por Rui Vitória assente em jogadores experientes no Benfica, deixando de fora os novos nomes da época como Bruno Varela, Ruben Dias, Seferovic ou Gabriel Barbosa, o "onze” titular surgiu com Júlio César entre os postes, um quarteto defensivo formado por André Almeida, Luisão, Jardel e Grimaldo, ainda o grego Fejsa na posição seis e uma linha média com Pizzi, Zivkovic e Cervi, surgindo lá na frente Jonas e Raúl Jiménez. Como opções no banco de suplentes, Rui Vitória tinha ainda Bruno Varela, Filipe Augusto, Samaris, Gabriel Barbosa, Seferovic, Salvio e Rafa.

E foi aqueles argumentos que o Benfica enfrentou o Basileia, uma equipa sem dúvida acessível e de qualidade mediana que conseguiu galvanizar-se em cima de tantos erros que o Benfica cometeu. Júlio César, com alguns erros cometidos, acabou ainda assim por ser um dos melhores elementos em campo, ele que com Luisão e Jardel formou o eixo da defesa à baliza do Benfica somando os três 105 anos se fizermos o acumulado das idades daqueles três elementos.

170927-Basileia-Benfica-02170927-Basileia-Benfica-03170927-Basileia-Benfica-04170927-Basileia-Benfica-05

Grimaldo procurou estar ao melhor nível nos lances ofensivos mas deixou quase sempre o seu flanco destapado e à mercê dos adversários, nomeadamente de Oberlin. André Almeida também não esteve ao melhor nível acabando por penalizar a sua exibição com o cartão vermelhor que viu por culpa própria. Fejsa, que normalmente, é um jogador capaz de exibições imaculadas, cometeu também ele uma grande penalidade. Pizzi este irreconhecível como aliás também aconteceu com Cervi e Jonas, este sempre muito bem "tapado" pela equipa suiça, e com tudo isto o Benfica não encontrou argumentos para evitar uma noite que tão cedo os adeptos benfiquistas não irão esquecer e naturalmente pela negativa.

Poder-se-á dizer que o golo aos dois minutos foi um obstáculo acrescido, como o foi também uma grande penalidade que ficou por assinalar favorável ao Benfica, ou ainda a expulsão de André Almeida quando o Benfica já perdia por 3-0 e o lateral dos "encarnados", já de cabeça perdida, partiu para cima de um adversário com uma entrada violenta a "exigir" claramente o cartão vermelho no segundo tempo.

Estes detalhes, porém, não justificam tão fraca exibição do Benfica, e se é verdade que as coisas começaram por correr mal para os "encarnados", também é verdade que nunca houve uma reacção visível, os erros foram acumulando, e o Basileia terminou mesmo com um resultado que até poderia ter sid mais pesado para as “águias”.

170927-Basileia-Benfica-06170927-Basileia-Benfica-07170927-Basileia-Benfica-08170927-Basileia-Benfica-09

Rui Vitória não conseguiu inverter o rumo desastroso da exibição da sua equipa, não teve argumentos perante um adversário que estaria sem grandes dificuldades ao alcance da turma da Luz, acabando esta por assinar a pior exibição desde há muito nas competições da UEFA.

Fica para a história uma excelente exibição do jovem Oberlin, com dois golos no dia em que celebrou o seu vigésimo adversário, uma actuação medíocre do árbitro que cometeu alguns erros para os dois lados condicionando a partida, e um resultado péssimo averbado pelo Benfica que terá comprometido a época em termos de competições da UEFA, isto numa altura em que pela frente do conjunto às ordens de Rui Vitória estão dois jogos a realizar frente ao poderoso Manchester United. Na equipa do Basileia, e para além do já referido Oberlin, marcaram também Michael Lang, o ex-sportinguista Wolfswinkel e ainda Riveros.

Para já, e porque o campeonato nacional da I Liga está já aí no próximo domingo, restará ao Benfica limpar a sua imagem no jogo que irá realizar no Funchal, no relvado do Estádio dos Barreiros frente ao Marítimo que esta época tem vindo a lutar com os "encarnados" pelo terceiro lugar do campeonato.

texto: José Andrade
fotos: reprodução @Twitter
 

170927-Basileia-Benfica-11170927-Basileia-Benfica-12170927-Basileia-Benfica-10

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.