Jonas marca e Svilar segura a vitória do Benfica

Jonas marca e Svilar segura a vitória do Benfica

Um golo de Jonas aos 11 minutos permitiu pensar em triunfo fácil do Benfica mas o Feirense mostrou-se organizado e deu trabalho a Svilar

 2FA8645Um golo de Jonas, aos 11 minutos, e um punhado de excelentes defesas do jovem guarda-redes Mile Svilar, permitiram ao Benfica uma importante vitória na recepção ao Feirense , em jogo da 10ª jornada da Liga NOS, um triunfo por margem tangencial para os “encarnados” que lhes permite manter a distância para os dois rivais que seguem na frente do campeonato, nomeadamente o líder FC Porto e o segundo classificado Sporting.

PUB

Antes do arranque do jogo, tempo para uma causa que levou todos os intervenientes a usarem o cor-de-rosa, tom do combate ao flagelo que é o cancro da mama. Depois, já com árbitros e jogadores a envergarem os seus equipamentos e as cores respectivas, o jogo propriamente dito teve o seu início, demorando apenas 11 minutos até que surgisse o primeiro e único golo, assinado pelo principal marcador benfiquista, o brasileiro Jonas.

Aliás, sobre o golo de Jonas, resultou da finalização de um lance ofensivo do Benfica aproveitando uma bola solta na pequena área, mas depois disso foram quase inexistentes as oportunidades de golo criadas pelos homens às ordens de Rui Vitória, que não se livraram mesmo de diversas assobiadelas por parte dos adeptos, claramente contrariados com a prestação da sua equipa.

 1LM2968 2FA7947 1LM2988 2FA7994

Na verdade, no final do jogo, os jogadores do Benfica, mesmo depois de terem vencido, não se livraram de uma enorme assobiadela por parte dos seus adeptos, depois de um jogo em que o Benfica voltou a ficou muito aquém em termos exibicionais daquilo que se exige de uma equipa que pretende garantir a conquista do campeonato da I Liga.

Rui Vitória, que para este jogo manteve algumas apostas dos últimos jogos, como o guarda-redes Mile Svilar, mas também o jovem avançado Diogo Gonçalves, desta feita a alinhar no lugar de extremo esquerdo, com Filipe Augusto no meio do terreno ao lado de Fejsa e Sálvio encarregue do corredor direito.

Seferovic e Jonas surgiram como os homens mais adiantados, enquanto que, na defesa, Luisão e Rúben Dias formaram a dupla de centrais, com André Almeida e Grimaldo respectivamente nos corredores direiro e esquerdo.

 2FA7996 2FA8031 2FA8056 2FA8076

Aos argumentos do Benfica, Nuno Manta Santos, técnico do Feirense, respondeu com um "onze" bem montado, sem grandes destaques individuais mas com um trabalho de conjunto que deixou claro o estudo prévio feito à equipa do Benfica.

Babanco na posição “seis” permitiu sempre o melhor apoio à defesa formada por Jean Sony, Flábio, Briseño e Tiago Gomes, qualquer um deles com a missão de fechar os caminhos para a baliza à guarda de Caio.

Na linha média, Luís Machado, Etebo, Tiago Silva e Edson Farias procuravam manter o equilíbrio da equipa, deixando as missões mais ofensivas para João Silva, claramente o ponta-de-lança da turma de Vila da Feira.

 2FA8095 2FA8105 2FA8175 2FA8215

Certo é que, para além do golo de Jonas, poucas foram as oportunidades efectivas de golo de um e outro lado. Ainda assim, ao minuto 45, Caio permitiu algumas liberdades aos jogadores do Benfica na sua pequena área, nomeadamente a Jonas que falhou o que poderia ter sido o segundo golo, acabando o jogo por avançar para o intervalo sem que o marcador sofresse qualquer alteração.

As melhores oportunidades acabaram assim por surgir, quase todas para o Feirense, e quase sempre na sequência de remates de longe à baliza de Svilar, a que este sempre se opôs por vezes com defesas de enorme qualidade.

 2FA8183 2FA8267 2FA8472 2FA8325

O jovem guarda-redes belga de apenas 18 anos acabou assim por ser um pilar importante do Benfica neste triunfo, assinando a máxima, pelo menos para o confronto com o Feirense, que o melhor ataque à conquista dos três pontos foi, afinal, a defesa, e nomeadamente a prestação do guarda-redes.

O Benfica cumpriu afinal o seu objectivo, venceu o jogo ainda que de forma tangencial e garantiu a conquista dos três pontos, podendo agora concentrar esforços para o jogo da próxima terça-feira em Manchester, perante o United, referente à quarta ronda da fase de grupos da Liga dos Campeões. Aí, o Benfica precisa de pontuar para alimentar o sonho de se manter entre os grandes do futebol europeu, senão na Liga dos Campeões pelo menos na Liga Europa.

texto: Jorge Reis
fotos: Luís Moreira 

 2FA8482 2FA8340 2FA8392 2FA8497 2FA8505 2FA8524 2FA8545 2FA8529 2FA8546 2FA8550 2FA8588 2FA8561 2FA8589 2FA8610 2FA8642 2FA8655 2FA8689 2FA8730 2FA8792

Share

Copyright © 2012 LusoSaber - Todos os direitos reservados.